Free Joomla Templates by iPage Hosting

Conferência - «Acessibilidade e Inclusão:

Que presente? Que futuro no concelho de Amares?»

A sociedade inclusiva - sociedadepara todos - é capaz de conviver naturalmente com a diversidade humana, considerando-a como uma riqueza para todos.
Construir esta sociedade implica, entre outros aspetos, eliminar as barreiras arquitetónicas, comunicacionais e sociais que enfrentam as pessoas com deficiência e as impedem de ter acesso a todos os lugares, gozar dos seus direitos e ter a mesma igualdade de oportunidades que têm todos os outros seres humanos. Deste modo, é fundamental intervir ao nível da acessibilidade entendida como um processo de transformação do ambiente e da organização da própria sociedade que diminui o efeito de uma deficiência.
A acessibilidade permite o acesso de todas as pessoas aos diferentes bens materiais, sociais, culturais e artísticos presentes na sociedade. A acessibilidade é uma questão de direitos: significa que todas as pessoas, na riqueza da sua diversidade, possam viver de um modo autónomo e participar plenamente na sociedade. «Sociedade Acessível a Todos = Sociedade inclusiva».
Construir uma sociedade inclusiva e acessível a todos, reconhecendo a diversidade como um valor, é um desafio fundamental que se coloca a cada cidadão e à sociedade no seu conjunto, implicando a capacidade de refletir e agir, individual e comunitariamente. A Conferência «Acessibilidade e Inclusão: Que presente? Que futuro no concelho de Amares?» inscreve-se neste propósito, num contexto preciso: o do concelho de Amares.
Data: 06 de março de 2015.
Local: Auditório /Salão Nobre da Câmara Municipal de Amares.
Hora: 21.00H.
Destinatários: comunidade educativa, instituições e população do concelho de Amares.
Programa
Momento musical: grupo de percussão do AE Amares «ESCOLÁBOMBAR».
«Barreiras e Acessibilidades. Uma experiência na primeira pessoa». Dr. Leonardo Silva, professor de Educação Especial.
«Inclusão: práticas / testemunhos». Dra. Sónia Machado, fisioterapeuta, e Dra. Daniela Rodrigues, terapeuta ocupacional - Associação de Paralisia Cerebral de Braga, APCB.
«Políticas públicas de inclusão/Acessibilidades no concelho de Amares». Arquiteto Rodrigo Oliveira - Câmara Municipal de Amares.
Momento para diálogo.