Free Joomla Templates by iPage Hosting

ATIVIDADE SOLIDÁRIA - Hospital de Braga

Na tarde do dia 14 de dezembro, um grupo de alunos da turma D do 10º ano, inscritos na disciplina de EMRC, do Agrupamento de Escolas de Amares puseram-se a caminho até ao Hospital de Braga. Imbuídos pelo espírito natalício e solidário quiseram partilhar com as crianças do Internamento de Pediatria o sentir do Natal. Levaram uma mensagem de esperança e de conforto. Proporcionaram momentos de alegria e de afeto. O Natal é para todos - foi a peça que serviu de mote para a festa, seguindo-se a interpretação de temas de natal e culminando com um pequeno presente para cada criança.  

Como complemento do programa e enquadrando-se no âmbito das finalidades prosseguidas pela disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica, foi levada a efeito uma atividade solidária por um grupo de oito alunos da turma D do 10º ano, do Agrupamento de Escolas de Amares, no Hospital de Braga, nomeadamente, no Internamento de Pediatria, no dia 14 de dezembro, no período da tarde. Para além de cimentar aprendizagens e competências desenvolvidas ao longo do período, os alunos deram um verdadeiro testemunho de solidariedade, alegria, partilha, coragem e esperança às crianças e adolescentes daquela ala hospitalar, através das mensagens provenientes da peça de teatro, canções e do contacto pessoal estabelecido com os utentes. Os objetivos da atividade foram plenamente atingidos com sucesso. O balanço final foi muito positivo. Os alunos souberam interagir, foram responsáveis e sentiram-se muito felizes pela missão que desempenharam. Esta experiência ajudou-os a crescer como intervenientes ativos na sociedade, potenciando o seu desenvolvimento de competências sociais e pessoais.

O texto que se segue foi escrito pelo grupo de alunos que participaram na atividade.

“Voluntariar-nos no hospital foi das experiencias mais enriquecedoras de toda a nossa vida, em todos os aspetos possíveis. O voluntariado faz-nos pôr a vida em perspetiva e olhar para tudo aquilo que possuímos e temos a capacidade de fazer de outra forma. Somos autênticos privilegiados e na maior parte das vezes não temos essa noção, nem lá perto. Dar algo sem receber nada em troca não significa ter pena mas sim ser humano. Dar não nos tira nada, muito pelo contrário, enriquece-nos. Ganhamos mais do que uma simples memória, guardamos e levamos connosco todos os sorrisos e risadas dos quais somos nós o motivo. Isso jamais alguém nos tira, é o maior presente que qualquer um pode receber."

Ana Patrícia Machado, nº4

Bruna Azevedo, nº9

Leonor Peixoto, nº15

Liliana Pereira, nº16

Maria Francisca Gomes,nº20

Maria Gabriela Silva, nº21

Rita Carpinteiro, nº24

Vanessa Fernandes, nº28

moral1

moral12

moral123